Medo?
De que eu sinto medo?
Eu não sei...

Sou mentiroso mesmo...
eu tenho medo de me perder,
de morrer eternamente,
de não poder chegar ao ponto mais de escrever,
de não sentir angustia,
de não ser eu mesmo.

Quer me dar um coração?
O meu veio com defeito,
veio muito amoroso,
frágil,
então quebrou.

Como eu sempre digo...
"Show de bola"
eu queria me sentir assim,
veja, eu não vou conseguir...


1 comentário

CAROLINA RAMOS em 13 de março de 2012 17:16

" Medo?
De que eu sinto medo?
Eu não sei..."

- Medo do (des)conhecido.

"Sou mentiroso mesmo...
eu tenho medo de me perder,
de morrer eternamente,
de não poder chegar ao ponto mais de escrever,
de não sentir angustia,
de não ser eu mesmo."

- A vida é uma mentira.
- Se se perder compre um mapa.
- Morrer eternamente?? "Nada é eterno."
- Ainda escreves, ponto.
- Desde quando ser angustiado é seres tu mesmo?

Beijos,
Ka2009

 
▲ Topo